16 dezembro, 2014

Sarau LiteraturaNossa é selecionado pelo ProAC



Por Gisleine Zarbietti (Assessoria de Imprensa)

Projeto da Associação Cultural Literatura no Brasil contará novamente com o subsídio do governo do Estado de São Paulo para realizar suas atividades de incentivo à leitura e à produção cultural em 2015

O Sarau LiteraturaNossa foi selecionado mais uma vez pelo Programa de Ação Cultural (ProAC). Assim como ocorreu este ano, em 2015, o projeto desenvolvido pela Associação Cultural Literatura no Brasil contará novamente com o subsídio do governo do Estado de São Paulo para realizar suas atividades de incentivo à leitura e à produção cultural. Esta é a segunda vez que o Sarau LiteraturaNossa é contemplado pelo edital do ProAC.

Para Landy Freitas, coordenadora do projeto, mais do que a oportunidade de valorizar os autores independentes que têm o Alto Tietê como endereço e possibilitar o acesso à cultura e à literatura, sobretudo, nas regiões periféricas, o prêmio confirma a seriedade do trabalho desenvolvido pela Associação Cultural Literatura no Brasil:

“É uma demonstração de que estamos no caminho certo. Enquanto o poder público local se isenta da responsabilidade de investir em cultura, de valorizar os artistas locais, sobretudo, de estabelecer canais de diálogo com a classe, nós da Associação mostramos como se faz cultura. A seleção no edital do ProAC por mais este ano é uma demonstração clara de que nosso objetivo principal de incentivar a leitura, divulgar o trabalho de nossos escritores e contribuir com a inserção social de comunidades carentes vem surtindo resultados positivos”, destaca.

O Sarau LiteraturaNossa é apenas um dos inúmeros projetos desenvolvidos pela Associação Cultural Literatura no Brasil. Além das atividades tradicionais, em 2014 o grupo foi ainda mais além e realizou, de forma independente e sem qualquer apoio do poder público local o 1o Encontro de Autores Regionais, iniciativa pioneira que representou um marco na história cultural do Alto Tietê.

O presidente da Associação, Sidney Leal, destaca outras atividades exitosas realizadas ao longo de 2014, como as gravações do DVD Vídeo Literatura Vol. III, com a participação de alunos da rede pública de Suzano, a oficina literária com o escritor João Anzanelo Carrascoza, a publicação da antologia “Prosa Rio Abaixo”, a parceria com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na realização do Sarau “Até Quarta...”, entre outras:

“O ano de 2014 foi muito especial para a Associação Cultural Literatura no Brasil. Desenvolvemos projetos culturais que vêm ao encontro de nossa trajetória de batalhar em prol da cultura. Experiência e força de vontade não nos faltam, voltaremos em 2015 renovados e continuaremos mostrando ao poder público como se faz cultura”, ressalta.

DESAFIOS

Membro fundador da Associação, o escritor Ademiro Alves, o Sacolinha, diz que o ano de 2014 foi desafiador, mas também muito produtivo. Ao elencar as diversas atividades realizadas pelo grupo, ele confirmou que os objetivos lançados ao final do ano passado foram amplamente cumpridos, mas o estado de inércia da atual Secretaria de Cultura de Suzano impõe novos desafios:

“Não temos atualmente nenhuma política de formação cultural em nossa cidade e isso reflete no desinteresse da população em geral. A segregação do nosso gestor cultural é tanta que só somos valorizados fora de Suzano. A conquista do ProAC é um exemplo. Enquanto aqui somos tratados como inimigos, fora de nosso município encontramos apoio e valorização”, diz.

PONTO DE CULTURA

Outra batalha do grupo é pela reabertura do Ponto de Cultura Círculo das Letras. A entidade é uma das poucas do município que está apta a receber os recursos que são repassados à Prefeitura pelo governo federal, mas depende da iniciativa da administração municipal em renovar o contrato com os Pontos de Cultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

23/11