14 março, 2015


No mês das mulheres, Sarau LiteraturaNossa destaca a sensibilidade feminina
 Adriana Guedes, cantora e compositora, e Jenyffer Nascimento, poetisa, são as atrações da próxima edição do projeto da Associação Cultural Literatura no Brasil que será realizado no dia 20 de março, a partir das 19h30, na Comunidade Kolping (Rua Cumbica, 630 Jardim Revista)

Uma é ativista social e defensora da luta feminina que traduz em verso e prosa seu sentimento de repúdio a todas as formas de opressão. A outra encontrou na música uma forma de se manifestar. É com esse tom que o Sarau LiteraturaNossa recebe, no mês das mulheres, a cantora e compositora Adriana Guedes e a poetisa Jenyffer Nascimento.

O projeto da Associação Cultural Literatura no Brasil (ACLB) que conta com o apoio do Programa de Ação Cultural (ProAC) será realizado no dia 20 de março, a partir das 19h30, na Comunidade Kolping (Rua Cumbica, 630 Jardim Revista, em Suzano, próximo ao Bazar e à Escola Oswaldo de Oliveira Lima). A entrada é gratuita e aberta ao público em geral. Outras informações pelo telefone (11) 96680-4065.

Além das apresentações diversas e da programação prevista, durante o Sarau também haverá a seleção dos textos que irão estampar os imãs-poéticos (imãs de geladeira com poesias), iniciativa lançada este ano pela ACLB com o intuito de valorizar a participação dos artistas/escritores/leitores, bem como garantir a difusão dos bens e produtos culturais. Até o momento foram selecionados dois poetas para participar dos imãs-poéticos e restam quatro vagas. A seleção será realizada até abril.

Como avalia Landy Freitas, coordenadora do Sarau LiteraturaNossa, o projeto cultural de incentivo à leitura se consolidou no Alto Tietê como um importante instrumento de estímulo à cidadania, à inserção social e de valorização dos autores regionais. Segundo ela, a receptividade do público confirma a seriedade do projeto que, não à toa, pelo segundo ano foi contemplado pelo ProAC:

“Posso dizer que já estamos colhendo os frutos. A comunidade sabe que vai acontecer e se interessa em participar, seja apenas presenciando, recitando uma poesia ou com qualquer apresentação diversa. Isso mostra que um trabalho, quando sério e organizado, gera resultados. Sem contar no grande interesse do público em participar da publicação dos imãs-poéticos”, diz.

ATRAÇÕES

“Terra Fértil”, que terá uma sessão de autógrafos durante o sarau, é o primeiro livro autoral de Jenyffer Nascimento, moradora da zona Sul de São Paulo que iniciou-se na escrita poética depois que passou a frequentar e viver a efervescência dos saraus nas periferias paulistanas. Com uma escrita que mistura poesia e prosa, a obra, lançada em 2014 com o incentivo do coletivo Mjiba, apresenta um eu-mulher que fala de amor, feminismo, abandono, crítica social, encontros, desencontros, saudades e uma pitada de erotismo. Com 168 páginas, o livro é um convite para um passeio pela poesia negra, feminina e periférica.

Jenyffer participou das antologias "Sarau do Binho”, “Poesia em Preto e Branco” e “Pretextos de Mulheres Negras”, com destaque para essa última, que ajudou a projetar seu trabalho como poetisa e escritora negra, a convite do Coletivo Mjiba.

Adriana Guedes, que comandará um pocket show no sarau é cantora, compositora e intérprete. Artista produzida pela Com Tato Paralelo Produções artísticas. Em suas apresentações, mescla jazz, blues, regue e samba. Já se apresentou em vários palcos de São Paulo, feiras e eventos. Seu primeiro CD, “Canto de todos os Santos” foi gravado em 2006 e contou com a direção do músico Kezo Nogueira, entre outras participações.

Adriana seguiu carreira como vocalista da banda Soul Set, trabalho este que lhe rendeu outro CD, no ano de 2009, além de várias apresentações em São Paulo. Agora seguindo carreira solo, lançará seu primeiro EP, intitulado “Trajetória”, que traz uma composição própria, “Acaso”, música que decifra a alma da artista. O álbum foi produzido pelo músico Mario Narraça e a finalização foi realizada na produtora Groove Audiomedia.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Próxima edição