01 novembro, 2007

FAMILIA

FAMILIA

Sou poeta
Sou contista
Faço verso, faço rima.
Sou associação
Sou cultura
Sou literatura
Não sou estrangeiro
Eu sou Brasil
Mais um brasileiro
Sou Suzano
Cidades das flores
Cidade dos poetas e dos escritores
Citarei exemplos
Rejane a bela poetiza
Com suas poesias românticas
Tem caipira feio e a academia
Com o grande Francis Gomes
Poeta, cordelista
Nelson Olavo
Que todas as vezes que recita suas poesias
Olha para o alto
Para ver se Deus esta lhe vendo
Temos lição de vida
Dona Elizabete
Mulher Arretada
Mulher trabalhadeira
Paulo Odair
O tarado literário
Com suas poesias
Já tem dois livretos publicados
Caqui
Com seu rap
Rap é poesia
Associação é cultura é literatura é periferia
Micheli com i
Poetisa, contista
Romântica mas com seu jeito fúnebre
Que acha beleza na morte
Daiane
Em todas as suas poesias
Tem uma pitada de saudade e amor
Sacolinha
Uma jóia rara
Uma peça fundamental no cenário literário
Guel Brasil
Com berrante no pescoço,
E um violão do lado
Em todos os saraus
Um conto, um causo.
É bem contado
Quem sou eu
Sou Paulo Pereira
Contista, poeta
Faço verso, faço rima.
Agradeço a Deus
Por ter me dado este dom e grandes amigos
Sou poeta, sou contista.
Sou Associação Cultural Literatura no Brasil.

Paulo Pereira
paulo.pereira13@isbt.com.br
Associação Cultural Literatura no Brasil

Cidinha da Silva em Suzano