03 maio, 2010

Por que a voz não sai?



Fecho os olhos
E vejo uma mulher de cabelos grisalhos
Olhar profundo
Pele enrugada
Mãos calejadas do trabalho
Corpo cansado da batalha diária.
Hora sorri,
Hora chora,
Hora chora,
Hora sorri.
Agora está de braços abertos
Vem em minha direção
Me abraça forte,
Sinto seu corpo tremer
Ouço as batidas do seu coração
Cada vez mais forte.
Encosta sua cabeça em meu ombro,
Suas lágrimas molham meu rosto,
Escuto ela murmurar ao meu ouvido:
Eu te amo filho.
Quero retribuir com a mesma frase,
Mas a garganta fecha,
A voz não sai.
Choro junto com ela.
Meu coração queima,
Pula, grita de vontade,
Mesmo assim,
E eu não consigo falar;
Mamãe eu te amo.


Francis Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha Literatura, Minha Vida - Casa de Cultura Raul Seixas

      Neste sábado 09/12 às 13h, a Casa de Cultura Raul Seixas recebe o escritor Sacolinha com o projeto Minha Literatura, Minha Vida.  ...