15 junho, 2007

Sesc Consolação

Cartografia Literária

Dias 05, 12 e 19 de julho de 2007.


Literatura no Brasil

S.A.M.P.A

Música e Literatura no Mó – Movimentação Musical

____________________________________

Cartografia Literária propõe um mapeamento dos coletivos literários em atividade na cidade de São Paulo. Procura a fluidez da literatura pelos espaços e formações sociais mais heterogêneos, percorre os caminhos da criação e da reapropriação de textos, da produção periférica, do anonimato e das experimentações literárias de grupos consolidados.

Em sua segunda edição, o evento estende suas linhas cartográficas para as regiões Leste e Oeste de São Paulo, com participação de integrantes do Mó! – Movimentação Musical e do grupo SAMPA, permitindo avanços para a além dos limites geográficos oficiais, com a presença da Associação Cultural Literatura no Brasil, localizada em Suzano. Com mediação do escritor Nelson de Oliveira, representantes dos grupos convidados falam sobre suas experiências literárias e apresentam textos com recursos orais e musicais.

O público pode participar de encontro no Entre Aspas, microfone instalado no Hall de Convivência, com abertura de som a cada 10 minutos. Os leitores, poetas e pensadores da platéia terão 1 minuto para cada intervenção.

Associação Cultural Literatura no Brasil

Criada em 2002, a Associação Cultural Literatura no Brasil tem dois objetivos bem definidos: o incentivo à leitura e a divulgação dos escritores anônimos. O passo inicial foi dado pelo escritor Ademiro Alves, o Sacolinha, somando forças com o grafiteiro e escritor Willian de Lima e a professora e fanzineira Valéria Gíggia. Atualmente o grupo desenvolve atividades como a arrecadação de livros, apoio a bibliotecas comunitárias, realização de saraus em espaços das periferias, debates literários, produção de fanzines e intercâmbio cultural com ONGs e instituições culturais. Para Sacolinha, “a intenção em manter uma entidade voltada para a literatura é de incentivar as pessoas a ler e mostrar outra visão dos livros, contrária àquela que a escola pinta, onde adolescentes são obrigados a ler livros clássicos, de difícil entendimento, e que não têm ligação nenhuma com a época desses alunos”. Após bate-papo, o coletivo apresenta Sarau Performático.

Dia 05/7. Quinta, às 19H30.

SAMPA

O SAMPA (Serviço Ambulante Músico Poético Alternativo) formou-se a partir de experiências em oficinas de poesia onde os participantes se conheceram, com destaque para a oficina de prática poética desenvolvida na Biblioteca Mário de Andrade em 2002, sob coordenação de Lourival Farias Sodré. O grupo surgiu da necessidade de crescimento e experimentação dos escritores mais inquietos e, atualmente, procura divulgar sua produção em revistas, panfletos e meios alternativos em geral. Seus trabalhos estão reunidos nas publicações Versos Versus Versos (2005), Notas Poéticas (2005), Caminhando no Parque (2005) e Poetas da Mario de Andrade (2004), publicados pela Meireles Editorial. Integrantes do coletivo apresentam experimentações de sonoridades nordestinas, literatura de cordel e intervenções poéticas com o grupo Candeeiro Incendiário.

Dia 12/7. quinta, às 19H30.


Música e literatura no Mó! – Movimentação Musical

O Mó! – movimentação musical é uma mostra itinerante, idealizada e produzida para dar força e visibilidade a uma nova e rica produção musical nascida na cidade de São Paulo. São grupos formados por compositores, instrumentistas, intérpretes, arranjadores e escritores que desenvolvem um trabalho autoral pautado pelo ineditismo de formatos, transitando pela música instrumental, a canção, a música eletrônica e também a literatura. Participa do Cartografia Literária uma das vertentes do Mó!, formada por compositores que lidam com música e literatura em formatos variados: da canção à sonorização de textos. Os convidados falam sobre sua relação com a composição e a literatura e apresentam amostras de seus respectivos trabalhos.

Dia 19/7. Quinta, às 19h30.

Ficha Técnica

Escritores, poetas e músicos.

Literatura no Brasil

Ademiro Alves - Sacolinha

D. Elisabete Silva

Francis Gomes

Rejane Barros

Almir Ribeiro

S.A.M.P.A

Carlos Galdino

Devanil Caíres

Elaine Spani

Lourival Farias Sodré

Magnus Castanheira

Música e literatura no Mó! – Movimentação Musical

Manu Maltez

Fábio Barros

Lincoln Antonio

Sandra Ximenez (grupo Axial)

Mediação

Escritor e doutor em Letras pela USP, é autor dos livros Naquela época tínhamos um gato (contos, 1998), Subsolo infinito (romance, 2000), O filho do Crucificado (contos, 2001), A maldição do macho (romance, 2002), Verdades provisórias (ensaios, 2003) e Algum lugar em parte alguma (contos, 2006). Em 2001 organizou a antologia Geração 90: manuscritos de computador e em 2003, Geração 90: os transgressores. Ainda em 2003 editou com Marcelino Freire o número único da revista PS:SP. Atualmente coordena, em várias instituições, oficinas de criação literária para escritores com obras em formação.

Grátis

Local: Convivência do SESC Consolação

Próximos encontros: setembro de 2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cidinha da Silva em Suzano