22 setembro, 2006

Paulo Pereira

Cla-Cla, Bang-Bang

Escuto tiro, mas não sei da onde vem, não sei se vem do morro, ou do carro da policia, só sei de uma coisa que já começou a correria.
Policia atirando naquele que correr primeiro, policia sobe morro é pega ladrão, ladrão que não está escrito na testa, então correu, morreu, tombou, confere documento para saber se é pessoa de bem ou é ladrão.
Se for um trabalhador é mais uma vítima de bala perdida. Se for ladrão é um marginal a menos na vila.
Este é o dia-a-dia das periferias.

Paulo Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cidinha da Silva em Suzano