18 setembro, 2006

Sérgio Vaz

JORGINHO

JORGINHO
AINDA NÃO NASCEU,
TÁ ESCONDIDO, COM MEDO,
NO VENTRE DA MÃE.
QUANDO CHEGAR
NÃO VAI ENCONTRAR PAI,
QUE SAIU PRA TRABALHAR
E NUNCA MAIS VOLTOU
PRA JANTAR.
NO BARRACO EM QUE VAI MORAR
CABEM DOIS,
MAS É COM DEZ
QUE VAI FICAR.
SEM TER O QUE MASTIGAR
NEM LEITE PRA BEBER
VAI TER A BARRIGA INCHADA,
MAS SEM NADA PRA CAGAR.
NÃO VAI PRA ESCOLA
NÃO VAI LER NEM ESCREVER
VAI CHEIRAR COLA
PEDIR ESMOLA
PRA SOBREVIVER.
NÃO VAI TER SOSSÊGO
NÃO VAI BRINCAR
NÃO VAI TER EMPREGO,
VAI CAMELAR.
MENOR CARENTE
VAI SER INFRATOR
COM VOTO DE LOUVOR
DELINQUENTE.
NÃO VAI TER PÁSCOA
NÃO VAI TER NATAL
SE FOR ESPERTO, SE MATA,
COM O CORDÃO UMBILICAL.

SÉRGIO VAZ
www.colecionadordepedras.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

23/11