SOU

Sou sombra, sou nada,
Sou vento, o tempo,
Sou noite, madrugada,
Sou insônia desvairada.

Sou homem sem destino,
Sou criança, sou menino,
Sou casa sem teto,
Sou amigo, desafeto.

Sou contorno, retorno,
Sou ida, sou volta,
Sou ilha, rio, sou mar,
Sou lágrima, vontade de chorar.

Sou paixão, ilusão,
Sou alma, sou coração,
Sou ódio, piedade,
Sou mentira, sou verdade.

Sou relevante, ignorante,
Sou piada, sou ofensa,
Sou amor, sou amante,
Sou poeta, sonhador.

Sou pobre, sou nobreza,
Sou fraco, fortaleza,
Sou inteiro, sou metade,
Sou o não, sou o sim,
Sou início, meio, sou fim.
PAULO ODAIR

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[A BORBOLETA DE UMA ASA SÓ.].

Resenha sobre Monteiro Lobato