19 julho, 2008

BALANÇO GERAL

Atenção terrinha
Atenção São Paulo
Balança minha gente
Aqui no balanço geral
A chapa aqui é quente
Quando chega à hora do almoço
A concorrência pega seus banquinhos
Papel e caneta
Nota tudo direitinho que se passa no programa
E depois é só da uma maquiada
Novo programa no ar
No balanço geral mostra a realidade
Mostrando a miséria do nordeste
A tristeza de nossa gente
Enquanto políticos ficam passeando
Entre os aeroportos
Na escuridão da noite
No meio da mata
Geraldo faz campana
Atrás de discos voadores
Geraldo é balanço
Balança minha gente
Geraldo é do povo
Então balannnnnnnnnnça meu câmera
Que a estória não pode parar
No balanço geral
Você vê de tudo
Mulher que entrega sua vida
Para cuidar de cachorro
Tem outra que trás a raça de gato
Maior do mundo
Então balança, balança.
Balança minha gente
Aqui na telinha
Na rede Record
Quem manda
Esta sempre em primeiro
É o balanço geral
O campeão de audiência
Então balança, balança.
Balanço geral
Com Geraldo Luiz
Mostrando na telinha
Quem manda é o povo
Espere um minuto voltamos depois do comercial.

PAULO PEREIRA

23/11