23 março, 2006

Nova Poesia!

Queria brincar de felicidade

Queria brincar de felicidade
Ouvindo pássaros cantar
Que o som da buzina
Não me sufocasse
Berrando como louca
Tentando me atropelar
Queria brincar de felicidade
Nos braços do meu amor
Mas o tempo corre
E me sinto cansada
A passos largos vou errante
Tentando me alcançar
Queria brincar de felicidade
De amarelinha, fazer estrelinhas
Pular corda, jogar peão
Ai, se essa rua fosse minha...
Eu mandaria grafitar...
Cores, cores, diversas cores...
Queria brincar de felicidade
Mas sem ensaios
Vou apanhando da rotina
Escapando da faxina
E brincando escondidinha
Realizando o meu sonho de brincar.

Elizandra Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Já assistiu?

Matéria da TVT sobre o projeto Literatura e Paisagismo - Revitalizando a Quebrada do escritor Sacolinha.