18 janeiro, 2006

Diretamente de R.S

- A Primeira Vez de Mariana -

Quando Mariana pela primeira vez se abria
Fora motivo de espanto em toda família...
Sua mãe quando soubera
Quebrou o santo que ganhara de sua tia
E seu pai batera nela em plena luz do dia
Já o safado que dela se aproveitou
Saiu hoje na rua sorrindo e cantando
Ser o primeiro que a deliciou
Talvez isto até deixou-a chorando
E ele esta se lixando
Literalmente cagando e andando
Pensou até em fazer samba e enredo
Mas ai viu seu sogro e ficou com medo
E a pobre Mariana ficou mal falada
Sendo vista como mal criada
Sendo que odiou a coisa
Pois o prazer dele foi meio só
Era entre umas e outras tacadas
Que ele dava em Mariana sem ter o menor dó
Veja tamanha maldade
Sentida pela mulher na sociedade...Já é condenada
Logo em sua primeira vez,
Sendo apedrejada
E depois jogada no xadrez.

Juliana Gonçalves, é escritora, moradora da Candelária - R.S

6 comentários:

  1. Buenas, Juliana...
    Bom saber-te escrevendo. Não digo se é poesia ou apenas reflexo, pra mim importa que as pessoas escrevam, ainda mais as pessoas que de uma forma ou outra sejam póximas a mim e aos meus sonhos, utopias e vontades. Importa que as pessoas abram a alma e deixem que a escrita não as denuncie, mas prenuncie outras buscas. Isso é o que importa. Claro que gostei. Eu sempre gosto de ler. Se poesia ou reflexo, tanto faz. Gosto de ler o que as pessoas escrevem, pois sei que enquanto as pessoas continuarem escrevendo o ser humano continuará inquieto e desejoso de fazer com que outros e mais outros e uma infinidadede outros saibam que nem todos depuseram as armas, que nem todos renegaram o amanhã.

    ResponderExcluir
  2. Roberto Moralles19 janeiro, 2006

    Oi, Juliana!
    Parabéns! Gostei muito de seu texto. Acho que a poesia também amadurece. Ou seja: você começa escrevendo, lançando no papel de modo instantâneo o que lhe vai no coração, depois você trabalha esse texto na forma, na linguagem, etc... Mas o importante de tudo é fazer isso: "captar" sentimentalmente, "ouvir" vozes em seu coração e escrevê-las ou traduzi-las! Continue assim. Acredito que a Poesia existe antes de qualquer texto ser escrito. Lembro aqui dois grandes poetas: Fernando Pessoa disse: "ser poeta é minha maneira de estar sozinho" e outro, Mário Quintana mencionou que tinha pena dos poeminhas que ficaram perdidos, vagando por aí, mas que ninguém viu. Bem ao teu lado talvez esteja vagando um poeminha que ninguém vê! Tente pegá-los e coloque-os na sua folha de papel. Creio que essa é a tua missão. Sucesso pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Oi guria!
    Você conseguiu traduzir idéias mescladas ao sentimento. Sinto orgulho de poder dizer sinceramente, que adorei e que espero que continue a seguir esse caminho.
    Ainda quero ler muitas coisas tuas.
    Espero que sempre tenha muita inspiração e sorte!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Show de bola,
    achei o máximo o que vc escreveu,
    pior é que é uma triste realidade...
    A Josi tá dizendo pra não puxar muito teu saco que senão vc ia ficar se achando.
    Abração.
    Fui.

    ResponderExcluir
  5. Ju!!!

    Muito show essa tua poesia....
    Apesar de ser a mais pura verdade( pq isso acontece com muitas meninas) vc soube por encanto em cada frase!! Vc é encantadora e espero poder ler muitas e muitas das tuas poesias.... Muita boa sorte pra vc nesse tua etapa da vida....
    Um super abraço!

    ResponderExcluir
  6. Juuu,
    amei tua poesia....
    bem tu sabe q nao sou muito boa c palavras...mas axu q o pessoal aki em cima ja disse td q tu merece....hihi
    bjus

    ResponderExcluir

Cidinha da Silva em Suzano